Feeds:
Posts
Comentários

Posts Tagged ‘mood’

Banzo pós-maratona de provas
Nunca mais repito isso. Duas provas longas no mesmo dia é quase suicídio. Você faz a primeira preocupada com a hora da segunda, e faz a segunda morta de cansaço. O raciocínio vai pro brejo (não que isso seja exatamente necessário), a concentração vai pro brejo, a paciência vai pro brejo, e tudo o que você estudou vai pro brejo junto. E os vírus e bactérias mais espertinhos tomam conta de você…

Sorte
Pelo menos em casa me esperando tinha ele, um sorriso e um mooooontão de amor. Ô sorte!
:-)))

Concursos pra quem?
Minha tese está comprovada: não querem ninguém que raciocine. Eles não querem ninguém que seja efetivamente capaz de resolver problemas, ou de questionar. Eles querem alguém que seja capaz de decorar um manual, aquele mesmo que estará sempre à mão na gaveta. Vou ter que me adaptar.
Aliás, não consegui trazer nenhuma das duas provas, mas como a primeira era pequena, eu consegui me lembrar de quase tudo o que eu respondi, e sim, fui bastante bem, melhor do que eu imaginava. Se essa prova fosse daqui a um mês, com a quantidade de material que eu tenho agora em casa e que eu poderia acabar de devorar até lá, eu chegaria muito perto de gabaritar. Sim, há uma luz no fim do túnel. Michele tem razão, minha hora vai chegar.
E a propósito, vou ajudar a anular uma questão. Se enrolaram tanto na decoreba, que não havia nenhuma resposta certa. Percebi isso ontem, e acabei de confirmar.

6 meses
Já se foram seis meses desde que eu passei pela retífica de joelho. Eu achei que a esta altura do campeonato eu já estaria correndo, pulando e sambando. Ainda estou a alguns meses disso, infelizmente. É tudo muito mais lento do que eu poderia imaginar. Foram seis meses meio esquisitos, pra mim e pra todo mundo à minha volta, certamente. Mas tá acabando, já vai passar. Na semana que vem, minha “vida normal” está de volta. Afe…
E até o carnaval, estará tudo no lugar, hehehehe…

Casamento
Casamento de “irmão caçula” é sempre assim?? Quase desidratei! rs
Foi muuuito bom rever amigos, colocar o papo em dia e ser testemunha do amor de pessoas tão queridas.
Tive esperança de que MM se sensibilizasse, mas não colou! Nao custava nada tentar, não é mesmo? (hihihihi)
Ainda não baixei as fotos, mas tem um moooonte.

Intervalo
Esta semana será dedicada a um pouco de descanso (eu mereeeeeeço), acabar as encomendas e organizar a minha vida para a volta ao trabalho.

Anúncios

Read Full Post »

Hoje…

Fracassei!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

(tentando rir de mim mesma pra não chorar…)

Read Full Post »

Canção de muitos dias

Tô com saudade de tu, meu desejo
Tô com saudade do beijo e do mel
Do teu olhar carinhoso
Do teu abraço gostoso
De passear no teu céu

É tão difícil ficar sem você
O teu amor é gostoso demais
Teu cheiro me dá prazer
Quando estou com você
Estou nos braços da paz

Pensamento viaja
E vai buscar meu bem-querer
Não posso ser feliz, assim
Tem dó de mim
O que eu posso fazer

(Gostoso demais – Nando Cordel / Dominguinhos)

Figura daqui.

Read Full Post »

Muita coisa e um vazio imenso.

Read Full Post »

Momento romântico

O amor é filme
Eu sei pelo cheiro de menta e pipoca que dá quando a gente ama
Eu sei porque eu sei muito bem como a cor da manhã fica
Da felicidade, da dúvida, dor de barriga
É drama, aventura, mentira, comédia romântica

Um belo dia a a gente acorda e hum…
Um filme passou por a gente e parece que já se anunciou o episódio dois
É quando a gente sente o amor se abuletar na gente tudo acabou bem,
Agora o que vem depois

O amor é filme
Eu sei pelo cheiro de menta e pipoca que dá quando a gente ama
Eu sei porque eu sei muito bem como a cor da manhã fica
Da felicidade, da dúvida, dor de barriga
É drama, aventura, mentira, comédia romântica

É quando as emoções viram luz, e sombras e sons, movimentos
E o mundo todo vira nós dois,
Dois corações bandidos
Enquanto uma canção de amor persegue o sentimento
O Zoom in dá ré e sobem os créditos

O amor é filme e Deus espectador!

(O amor é filme – Cordel do fogo encantado)

Read Full Post »

~ Tempo ~

63.115.200 segundos

*
1.051.920 minutos

*
17.532 horas

*
731 dias

*
104 semanas

*
24 meses

*
2 anos
*****

As sem-razões do amor
(CDA)

Eu te amo porque te amo,
Não precisas ser amante,
e nem sempre sabes sê-lo.
Eu te amo porque te amo.
Amor é estado de graça
e com amor não se paga.

Amor é dado de graça,
é semeado no vento,
na cachoeira, no eclipse.
Amor foge a dicionários
e a regulamentos vários.

Eu te amo porque não amo
bastante ou demais a mim.
Porque amor não se troca,
não se conjuga nem se ama.
Porque amor é amor a nada,
feliz e forte em si mesmo.

Amor é primo da morte,
e da morte vencedor,
por mais que o matem (e matam)
a cada instante de amor.

Read Full Post »

Baby I see this world has made you sad
Some people can be bad
The things they do, the things they say
But baby Ill wipe away those bitter tears
Ill chase away those restless fears
That turn your blue skies into grey

Why worry, there should be laughter after the pain
There should be sunshine after rain
These things have always been the same
So why worry now

Baby when I get down I turn to you
And you make sense of what I do
I know it isnt hard to say
But baby just when this world seems mean and cold
Our love comes shining red and gold
And all the rest is by the way

Why worry, there should be laughter after pain
There should be sunshine after rain
These things have always been the same
So why worry now

(Why Worry – Dire Straits)

Figura: Stormy Weather (Cornelia Foss, 2004).

Read Full Post »

Older Posts »